Número de agentes expulsos da PM do Rio explode em 2018 e cresce 164% em relação ao ano anterior

postado em: Imprensa, Polícia, Segurança Pública | 0

Ao todo, 300 agentes — ou quase um quarto de todos os excluídos desde 2012 — foram expulsos da PM por serem acusados de receber, exigir ou pagar propinas, de serviço ou não. Todos eles foram condenados ou respondem pelos crimes de corrupção ativa, passiva ou concussão. O segundo crime que mais motivou demissões da PM no período analisado é o homicídio: 130 agentes expulsos foram acusados de assassinar alguém.