São Paulo foi precursora da ideia de polícia como vigilância e repressão, diz sociólogo

Por Revista HCSM: Extremamente limpa, mais organizada que Paris e com diferenças estruturais que revelavam um abismo de desenvolvimento em comparação ao Rio de Janeiro, capital do Brasil na primeira metade do século 19. Assim, viajantes que passavam por São Paulo descreviam a cidade.

PCC, Crimes de Estado e a Politização do Crime. Com Bruno Paes Manso e Camila Nunes Dias

Com anos de pesquisas, entrevistas e reportagens, poucas pessoas foram tão fundo no esforço de entender a história, a estrutura e o significado do PCC para o país quanto Bruno e Camila. Mais do que uma facção criminal, os autores descrevem o PCC como um fenômeno complexo e intrinsecamente relacionado com as políticas de segurança pública e penal do Estado de São Paulo.

Entrevista com Fernando Afonso Salla

postado em: Entrevistas | 0

Fernando Salla possui graduação em Ciências Políticas e Sociais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1975), mestrado (1991) e doutorado (1997) em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo. É também professor do Programa de Mestrado Profissional Adolescente em Conflito com a Lei, da Universidade Anhanguera de São Paulo.