13° Anuário Brasileiro de Segurança Pública

Por Fórum Brasileiro de Segurança Pública: O Anuário Brasileiro de Segurança Pública se baseia em informações fornecidas pelas secretarias de segurança pública estaduais, pelo Tesouro Nacional, pelas polícias civis, militares e federal, entre outras fontes oficiais da Segurança Pública. 

Apesar da queda nos homicídios, reformas na segurança pública seguem urgentes

Por G1: Os dados divulgados pelo Monitor da Violência, parceria entre o G1, o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, indicam que vários estados do país parecem estar rumo à consolidação de uma tendência na redução dos crimes violentos letais intencionais.

Desmilitarizar ou não desmilitarizar? A visão de um Policial Militar

Por Justificando: A primeira coisa que é importante ressaltar é que não existe somente um tipo de instituição militarizada. A polícia militar do interior da França possui um militarismo diferente do militarismo das polícias do Brasil, que é diferente do militarismo do exército brasileiro, que é diferente do militarismo da China Maoísta, por exemplo.

Da fabricação do medo ao voto de cabresto: estratégias das milícias no avanço sobre o Estado. Entrevista especial com Ana Paula Mendes de Miranda

Por IHU: Ana Paula Mendes atualmente, é professora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia e do Mestrado Acadêmico em Justiça e Segurança, ambos da UFF.

Sob Witzel, policiais já respondem por quase metade de mortes violentas na região metropolitana do Rio

Por El País Brasil: Agentes mataram 194 pessoas em julho em todo o Estado, segundo dados oficiais. É a maior cifra para um mês desde 1998. Governo Witzel já assumiu 1.075 mortes de janeiro a julho deste ano.