Atlas da Violência 2019

Por FBSP e IPEA: Neste Atlas da Violência 2019, produzido pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), construímos e analisamos inúmeros indicadores para melhor compreender o processo de acentuada violência no país. Os números de óbitos são contabilizados a partir da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) como eventos que envolvem agressões e óbitos provocados por intervenção legal (códigos X85-Y09 e Y35-Y36). A Classificação Internacional de Doenças é publicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e padroniza a codificação de doenças e mortalidade por causas externas em todo o mundo desde 1893. Os dados divulgados referem-se ao período de 2007 a 2017, considerando as informações mais recentes tabuladas pelo Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e divulgadas no site do Departamento de Informática do SUS – DATASUS.

Número de agentes expulsos da PM do Rio explode em 2018 e cresce 164% em relação ao ano anterior

Ao todo, 300 agentes — ou quase um quarto de todos os excluídos desde 2012 — foram expulsos da PM por serem acusados de receber, exigir ou pagar propinas, de serviço ou não. Todos eles foram condenados ou respondem pelos crimes de corrupção ativa, passiva ou concussão. O segundo crime que mais motivou demissões da PM no período analisado é o homicídio: 130 agentes expulsos foram acusados de assassinar alguém.